Curso de Gestão e Restauro

Finalidade

O Gestão de Restauro, é um curso de pós-graduação lato sensu, em nível de capacitação e treinamento de profissionais, semi presencial (blended learning), para profissionais de arquitetos, engenheiros e técnicos de edificações atuarem nas áreas de manutenção, conservação e restauro do patrimônio cultural construído. É o resultado da experiência de dezenove edições desenvolvidas pelo CECI, juntamente com o Departamento de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal de Pernambuco - UFPE. O Curso é realizado por meio da tecnologia de EaD (Ensino à Distância), na modalidade semi presencial, através de aulas virtuais, assim como de aulas em canteiro didático, em visitas técnicas orientadas e viagem de estudos.

Desde a 19º edição é um Programa de Capacitação Continuada em Gestão e Prática de Obras de Conservação e Restauro do Patrimônio Cultural.

Público alvo

Voltado para arquitetos, engenheiros e técnicos em Edificações, busca dotar o mercado de profissionais com excelência de informações quanto às boas práticas da conservação, às técnicas tradicionais de construção e aos procedimentos práticos de direção, execução e fiscalização de obras e serviços de manutenção, conservação e restauro, assim como de acautelamentos e salvamentos de bens culturais.

Destina-se também às pessoas que desejem desenvolver as habilidades de gerenciamento e acautelamento de riscos, assim como de salvamento de bens culturais em situações de crises – primeiros socorros. A meta é formar um quadro técnico capaz de realizar ações de gestão, gerenciamento, execução, fiscalização de obras, serviços, acautelamentos e salvamentos.

Inscrição
Qual horário é bom para você?

Taxa de inscrição R$180,00

O programa de capacitação - Metodologia

O Programa de Capacitação Continuada em Gestão de Restauro, desenvolvido pelo CECI, com a aprovação do Pleno do Departamento de Arquitetura e Urbanismo e do Conselho do Departamental do Centro de Artes e Comunicação da Universidade Federal de Pernambuco – UFPE, é a proposta de aprendizagem profissional contínua que contempla três instâncias de metodologia didática.

1ª – Linear ou padrão, que corresponde aos estudos básicos e regulares, supervisionados, envolvendo uma logística didática específica e programática de aulas e bibliografias padronizadas para a constante a atualização profissional;

2ª – Demandas ou não linear, aplicadas em função das necessidades do tema ou objeto de estudo (OE) que corresponde ao empírico que o(a) aluno(a) traz para o curso – os conteúdos são ajustados para momentos/contextos específicos, visando experiências reais;

3ª – Intrínseca ou de habilidades, onde são aplicados práticas e experimentos voltados ao estimulo e ao estudo investigativo autônomo e ao desenvolvimento integrado das habilidades e competências conceituais, técnicas e humanas, úteis e eficazes à vida profissional. A proposta é de aplicar uma sequência de estudos de casos/soluções permeadas pelo trabalho do dia-a-dia de cada aluno(a).

O Programa de Capacitação Continuada em Gestão de Restauro propõe o vínculo dos aluno(a)s e ex-aluno(a)s durante e após com o Curso de Gestão de Restauro através de grupos pelas redes sociais, seminários e fóruns permanentes de discussão.

 

O Programa desenvolve atividades no âmbito da gestão da manutenção, conservação, restauro e requalificação das edificações de valor cultural, inseridas no recorte temporal do início do século dezesseis (1530) até ao terceiro quartel século vinte (1975).

Escopo do programa

O Programa de Capacitação Continuada em Gestão de Restauro desenvolve atividades no âmbito da gestão da manutenção, conservação, restauro e requalificação das edificações de valor cultural, inseridas no arco temporal que engloba desde o século dezesseis (1530) ao terceiro quartel do século vinte (1975).

São aplicadas as seguintes atividades:

a) Embasamento teórico e prático sobre significância cultural e condutas para a garantia da autenticidade e integridade da edificação.

b) Análise da documentação nacional e internacional para acautelamento dos bens culturais construídos.

c) Embasamento teórico e prático para a gestão de obras e serviços de manutenção, conservação e restauro do patrimônio cultural construído.

d) Noções de empreendedorismo cultural.

e) Estudos e análises sobre as propriedades físico-químicas dos materiais, técnicas, sistemas construtivos, assim como do estado de conservação das edificações selecionadas pelo participante – Objeto de Estudo (OE).

f) Elaboração do Manual Prático de Manutenção, Conservação e Restauro de Edificações de Valor Cultural.

g) Experimentos e práticas em canteiro didático de obras, dentro dos ofícios tradicionais da construção: cantaria, estuque, alvenaria, pintura, metais, forja, carpintaria, marcenaria, ladrilhos e mosaicos, azulejos, concreto armado.

h) Visitas técnicas presenciais orientadas às obras e serviços nas cidades históricas a serem escolhidas pelos participantes durante o curso.

i) Viagem de estudos orientados para roteiros sugeridos no Brasil.

j) Elaboração do Plano de Gestão e Negócio de uma obra ou serviço de manutenção conservação e restauro, bem como dos Planos de Gestão da Conservação Integrada, Plano de Gestão de Riscos e Plano de Gestão de Crise da edificação Objeto de Estudo (OE);

k) Fóruns temáticos de discussões com o objetivo de fortalecer as ligações e desenvolver colaborações em toda a comunidade de aluno(a)s, ex-aluno(a)s e de profissionais de conservação e restauro do patrimônio cultural construído junto ao Curso. Os fóruns contam com provocadores e mediadores de modo a criar um clima dialético permanente.

O Programa é composto de aulas teóricas, práticas, orientações e debates, distribuídos numa carga horária de 560 horas:

– Aulas teóricas/experimentos = 200 horas + debates 70 horas = 270 horas

– Aulas práticas/visitas técnicas = 180 horas

– Viagem de estudos = 80 horas

– Orientações e acompanhamento dos Planos = 30 horas

 

O Programa é oferecido em quatro módulos. Cada módulo encerra um conhecimento sobre um assunto específico dentro do quadro da capacitação do(a) aluno(a) para as boas práticas das gestões da manutenção, conservação e do restauro a partir de obras e serviços em edificações de valor cultural, para a aquisição de habilidades de gerenciamento e acautelamento de riscos, assim como para as habilidades de salvamento de bens culturais em situações de crises – primeiros socorros.

Módulos - atividades

MÓDULO I - Gestão de obras e serviços

Lote 1 - Teoria da Restauração
Lote 2 - Habilidades do Gestor
Lote 3 - Gestão de Negócios
Lote 4 - Empreendedorismo
Lote 5 - Organização e Administração de Canteiros de Obras de Conserv. e Restauro
Lote 6 - Prevenção de Riscos
             Cenários de crises
Lote 7 - Modelagem de Preços e Custos - Planilhas de Orçamento

 

MÓDULO II – Teoria e experimentos dos Sistemas Construtivos*

Lote 8 - Técnicas Construtivas Luso-Brasileiras - Ofício da Alvenaria
Lote 9 - Ofício do Estuque
Lote 10 - Ofício da Carpintaria e Marcenaria
Lote 11 - Ofício do Metais, Forja e Fundição
Lote 12 - Ofício das Cantarias
Lote 13 - Ofício da Pintura
Lote 14 - Ofício dos Ladrilhos e Mosaicos
Lote 15 - Ofício da Azulejos Históricos
Lote 16 - Ofício das Talha dourada e policromada
Lote 17 - Ofício do Concreto Armado

 

(*) Com aplicações práticas e visitas técnicas orientadas à distância

MÓDULO III – Prática dos Ofícios Tradicionais

Lote 18 - Prática de Manutenção, Conservação e Restauro em Canteiro de Obras

Lote 19 - Visitas Técnicas orientadas (*)

Viagem de Estudos (**)

 

(*) São visitas acompanhadas por professores e instrutores durante o Módulo Presencial (Canteiro Didático) às obras e serviços em cidades históricas na Paraíba (João Pessoa, Cabedelo e Lucena), em Pernambuco (Igarassu, Itamaracá, Vicência e Goiana). O valor das visitas Técnicas não está previsto no valor do investimento.

(**) São apresentadas aos alunos(as) algumas opções de roteiros para a viagem de estudos que é uma atividade opcional. O período da viagem de estudos é acertado pelos participantes, sendo sugerido como destinos as cidades históricas das regiões/rotas durante o módulo II do curso. As regiões/rotas indicadas são:
Nordeste/Rota-1: Alagoas (Marechal Deodoro e Penedo) e Sergipe (Aracaju, São Cristóvão e Laranjeiras).
Nordeste/Rota-2: São Luiz e Alcântara
Nordeste/Rota-3: Salvador, Cachoeira, Itaparica
Sudeste/Rota-1: Belo Horizonte, Ouro Preto, Mariana, Tiradentes, Congonhas e São João Del Rey.
Sudeste/Rota-2: Rio de Janeiro, Petrópolis, Paraty e Angra dos Reis.
Esses roteiros estão também abertos aos ex-alunos e profissionais da área da conservação do patrimônio cultural construído, inclusive com acompanhantes. O número máximo de participantes é de 50 pessoas. O valor da Viajem de Estudos não está previsto no valor do investimento.

 

MÓDULO IV – Produção dos Planos

Lote 20 - Plano de Gestão/Negócio do Objeto de Estudo

Lote 21 - Plano de Gestão da Conservação Integrada ou

                Plano de Gestão de Riscos ou

                Plano de Gestão de Crise

MODULO V

Fórum Permanente sobre Conservação e Restauro do Patrimônio Cultural Construído 

Fóruns Temáticos – Cantaria, Carpintaria, Estuque, Alvenarias, Fundição, Ferro, Forja, Concreto, Pinturas, Azulejos, Ladrilhos, Retábulos

Seminário Internacional de Gestão da Conservação e Restauro 

Avaliação e Certificados

O desempenho do(a) aluno(a) é aferido por meio das seguintes avaliações:

(a) Frequência mínima de 75% às aulas à distância

(b) Frequência mínima de 90% às aulas práticas dos ofícios tradicionais da construção: cantaria, estuque, alvenaria, pintura, metais, forja, carpintaria/marcenaria, ladrilhos/mosaicos, azulejos históricos e concreto armado

c) Frequência mínima de 90% às visitas técnicas orientadas

d) Elaboração de um dos planos ‒ Plano de Gestão de Negócio, Plano de Gestão da Conservação Integrada, Plano de Gestão de Riscos, Plano de Gestão de Crise ou do Objeto de Estudo (OE)

e) Elaboração do Manual Prático de Manutenção, Conservação e Restauro de Edificações de Valor Cultural.

Duas certificações são oferecidas para o(a) aluno(a), a depender do atendimento aos critérios de frequência mínima e da sua avaliação:

1. O Certificado de Participação será entregue ao(a) aluno(a) que cumprir a carga horária mínima de 75%, prevista para cada Módulo I, II, III ou IV, sem a exigência de se submeter às respectivas avaliações ou de ter realizado mais de um módulo;

2. O Certificado de Capacitação em Gestão de Restauro, com carga horária de 560 horas, será entregue àquele(a) que completar com sucesso as cargas horárias mínimas estipuladas para os módulos I, II, III e VI e se submeter às avaliações, obtendo média sete (7) na avaliação geral das atividades do Programa.

3. Certificado de Capacitação Continuada em Gestão de Restauro para o(a)s aluno(a)s, ex-aluno(a)s e profissionais da conservação que participem ativamente do Fórum Permanente sobre Conservação e Restauro do Patrimônio Cultural Construído será expedido após seis meses de atividades no Fórum Permanente, sendo necessária sua validação a cada semestre, mediante aferição de participação ativa.

Ambos certificados são emitidos pelo CECI, sendo que o Certificado de Capacitação vem apostilado no verso com o Plano do Curso, as Cargas Horárias e as Avaliações de desempenho (Notas) do(a) aluno(a).

Disposições Módulo presencial ou Canteiro Didático

Para a realização do Módulo III - Prática dos Ofícios Tradicionais – Canteiro Didático, é necessária a formação de uma turma com o máximo de 30 e mínimo de 20 alunos(as) para a viabilidade econômica das atividades previstas.

As aulas à distância são ministradas na Sala de Aula Virtual, através do website: www.cecieducacao.org.br, acessível ao aluno(a) em qualquer país e a qualquer hora do dia ou da noite.

As aulas presenciais práticas são ministradas na cidade de Olinda, estado de Pernambuco ou em outra cidade histórica do Brasil que venha ser eventualmente oferecida por acréscimo.

Plano do Curso e o Objeto de Estudo (OE)

O Plano do Curso corresponde à expressão das disponibilidade de tempo de o(a) aluno(a) participar do Programa. De acordo com a sua agenda de trabalho e tempo para os estudos, o(a) aluno(a) prepara o seu Plano de Curso a partir da grades de atividades apresentadas no Escopo. No Plano do Curso devem ficar discriminadas as escolhas dos módulos com os respectivos lotes de aulas teóricas e práticas à distância (experimentos), aulas práticas presenciais, visitas técnicas orientadas, viagem de estudos e elaboração dos planos e do manual prático, participação nos Fóruns e Seminários que o(a) aluno(a) deseja fazer. Logo após sua inscrição a Secretaria do CECI envia uma minuta de planilha para você modelar seu Plano de Curso.

O Plano do Curso permite planejar o tempo de duração da capacitação, pois, afinal, são 560 horas/aula e a participação do(a) aluno(a) deve-se dar em acordo com as suas possibilidades de tempo e de recursos financeiros. O tempo básico para realização do Programa completo é de 19 meses, podendo ser ampliado ou abreviado. Entretanto, deve-se alertar que a densidade de conteúdo é muito grande, exigindo muitas horas de dedicação aos estudos, experimentos e visitas ao Objeto de Estudo.

O Objeto de Estudo (OE) é corresponde a uma edificação tema que o(a) aluno(a) escolhe para utilizar nas atividades práticas durante o curso. Deve ser preferencialmente uma edificação de valor cultural, mas não necessariamente ser tombada ou protegida por lei.

 

O(a) aluno(a) deverá apresentar a documentação do seu tema de OE contendo:

i. Denominação, localização, propriedade e histórico da edificação;

ii. Cadastro técnico (levantamento arquitetônico com plantas, cortes e fachadas)

iii. Documentação fotográfica

Toda essa documentação deverá ser devidamente montada enviada para o endereço em meio digital (arquivo PDF) para o e-mail: secretaria@ceci-br.org.

A documentação do OE não deverá exceder quinze páginas, incluídos os textos, as plantas e as fotografias. As plantas poderão ter o formato A3, Só será aceita documentação em meio digital.

Valor do Investimento

São os seguintes os valores para participação no Programa de Capacitação Continuada em Gestão de Restauro:

Inscrição..........................................................R$ 180,00()(*)

Matrícula..........................................................R$ 360,00(**)

Lotes de aulas (exceto módulo presencial)...........R$ 380,00 p/mês (***)

(*) Referente à garantia de vaga no curso, inclusive no módulo presencial e viagem de estudos.

(**) Referente ao cadastramento e acesso  aos ambientes extraclasse da Plataforma EaD.

(***) Referente à cada lote de aulas (LOTES) EaD.

 

O Módulo Presencial ou Canteiro Didático tem o valor cobrado à parte que corresponde à R$ 1.800,00, cujo Edital de Chamada é publicado em janeiro, podendo esse valor ser dividido em até 10 vezes no boleto ou cartão.

A Viagem de Estudos tem o Edital de Chamada publicado em janeiro com a opção de roteiro e respectivo valor que poderá ser dividido em até 12 vezes no boleto ou cartão.

Com dúvidas? Vejam aqui alguns esclarecimentos de questões mais frequentes.

Você pode solicitar mais informações

Apoio:

O Portal Gestão de Restauro é administrado pela equipe do CECI-Educação  @2020

  • Gestão de Restauro CECI
  • CECI-Educação
  • Jorge E. L. Tinoco
  • Ícone do Twitter Cinza
  • Ícone do Facebook Cinza
  • Ícone do Instagram Cinza